terça-feira, 31 de maio de 2011

Recursos Hídricos

Definição : Os recursos hídricos são as águas superficiais ou subterrâneas disponíveis para qualquer tipo de uso de região ou bacia.
As terras subterrâneas são o principal reservatório de água doce disponível para os seres humanos (aproximadamente 60% da população mundial tem como principal fonte de água os lençóis freáticos ou subterrâneos).
É um recurso renovável ?
À partida, sendo a água um recurso renovável estaria sempre disponível para o Homem utilizar. No entanto, como o consumo tem excedido a renovação da mesma, atualmente verifica-se um stress hídrico, ou seja, falta de água doce principalmente junto aos grandes centros urbanos e também a diminuição da qualidade da água, sobretudo devido à poluição hídrica por esgotos domésticos e industriais.


Reflexão : Nesta publicação temos uma breve  mas explicativa definição do que um recurso hídrico, e a explicação de que um recurso renovável se for usado em abundância pode trazer consequenciais negativas.

Recursos Minerais


Recursos Minerais, o que são?

ü  Os recursos minerais são concentrações naturais de materiais de natureza mineral.
ü  Estes recursos têm um longo período de formação, por vezes de milhões de anos. Por esta razão, muitos deles podem
esgotar-se.

Quais os tipos?
Existem dois tipos de recursos minerais:
ü  Metálicos;
ü  Não metálicos.

Como se exploram os recursos minerais?

ü  Os recursos minerais extraem-se a partir das rochas da crosta terrestre.
ü  A extracção dos recursos minerais só é possível quando as substâncias existem em grandes quantidades, formando depósitos, jazidas ou jazigos minerais.

As minas donde estes são extraídos podem ser:

ü  Superficiais;
ü  Subterrâneas

Quais as consequências da exploração deste tipo de recurso?

ü  A extracção mineira é uma actividade indispensável, mas estas actividades provocam alguns problemas ambientais.
ü  Nas explorações a céu aberto, as escavações no terreno e as escombreiras provocam a perda de solos e de vegetação, para além de afectarem negativamente a paisagem.
ü  Às vezes, as águas das chuvas, ao passarem pelas zonas escavadas ou pelas escombreiras, arrastam substâncias poluentes que contaminam os rios, as águas subterrâneas e os solos. 
ü  Durante os trabalhos mineiros são largados para a atmosfera poeiras que afectam a qualidade do ar.
ü  Por vezes, a degradação ambiental
continua mesmo após o abandono de uma
mina.


Importância económica que os recursos minerais oferecem à sociedade:
ü  Ardósia: rochas de muito baixo grau de metamorfismo, que são aplicadas na cobertura de telhados, tampos de mesa, pedras para mesas de bilhar entre muitas outras aplicações.
ü  Calcários: o Mosteiro da Batalha, o Mosteiro dos Jerónimos, devido à poluição atmosférica que se faz sentir na região onde estes monumentos se encontram tem vindo a degradar, de forma acentuada, muitos dos aspectos arquitectónicos destas obras.
ü  Areias Comuns: Ocorrentes, essencialmente, em formações dunares nas praias, ou nos leitos dos rios, são materiais de origem sedimentar não consolidados.
ü  Areias especiais: que são areias muito finas com uma determinada percentagem de minerais de argila; estas areias são, utilizadas, normalmente pela indústria de vidro e na cerâmica de alta qualidade.
ü  Argilas: as argilas, são minerais que tem grãos muito finos e tem elevada plasticidade quando possui o teor em água adequado, por este motivo, é que estas são utilizadas no fabrico do cimento e na indústria metalúrgica.
 Reflexão: A Exploração Mineira é um recurso renovável, mas para se renovar demora muitos milhares de anos.
 É uma actividade indispensável, mas provoca poluição ambiental e prejudica a saúde da população.

Fonte: http://www.slideshare.net/dombacelar/recursos-minerais 15374
98
http://orbita.starmedia.com/geoplanetbr/acge1401.jpg
http://1.bp.blogspot.com/_Y8oTN21neFs/S_rjP5Thd3I/AAAAAAAAAT4/lI6soRrem6A/s1600/minerais.jpg
http://3.bp.blogspot.com/_xpjxUmZnNTs/S_Ec_uG9zII/AAAAAAAAAF8/aMm68I8JJ0w/s1600/Rochas+e+minerais.png

sábado, 28 de maio de 2011

Carvão

Definição O carvão mineral é uma rocha sedimentar combustível, de cor preta ou marrom, que ocorre em estratos chamados camadas de carvão. As formas mais duras, como o antracito, podem ser consideradas rochas metamórficas devido à posterior exposição a temperatura e pressão elevadas. É composto primeiramente por carbono e quantidades variáveis de enxofre, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio e elementos vestigiais 

Consequências do uso do carvão 

A queima de carvão para obtenção de energia produz efluentes altamente tóxicos como por exemplo o mercúrio e outros metais pesados como vanádiocádmioarsênio e chumbo. Além disso, a libertação de dióxido de carbono causa poluição na atmosfera, agravando o aquecimento global e contribuindo para a chuva ácida.

Reflexão: Nesta postagem tratamos de um assunto que é conhecido, por o menos o que é o carvao acho que muitas pessoas sabem o que é, mas as consequências do seu uso acho que nao, por isso fizemos uma breve descrição dessas consequências.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Carv%C3%A3o_mineral

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Petróleo


O Petróleo é uma substância viscosa, mais leve que a água, composta por grandes quantidades de Carbono e Hidrogênio (hidrocarboneto) e quantidades bem menores de Oxigênio, Nitrogênio e Enxofre.
A natureza complexa do Petróleo é resultado de mais de 1200 combinações diferentes de hidrocarbonetos.
Ele pode ocorrer nos estados:
  • Sólido – Asfalto
  • Líquido – Óleo crú
  • Gasoso – Gás natural
O Petróleo é formado pelo processo decomposição de matéria orgânica, restos vegetais, algas, alguns tipos de plâncton e restos de animais marinhos – ocorrido durante centenas de milhões de anos da história geológica da Terra.
CONDIÇÕES PARA FORMAÇÃO DO PETRÓLEO:
  • Inicialmente deve haver a matéria orgânica adequada à geração do Petróleo
  • Este material orgânico deve ser preservado da ação de bactérias aeróbias
  • O material orgânico depositado não deve ser movimentado por longos períodos
  • A matéria orgânica em decomposição por bactérias anaeróbias deve sofrer a ação de temperatura e pressão por períodos longos
O início do processo de formação do Petróleo está relacionado com o início da decomposição dos primeiros vegetais que surgiram na Terra.
A maioria dos compostos identificados no petróleo são de origem orgânica, mas até que que a matéria chegue ao estado de petróleo são necessárias condições especiais. O ambiente marinho reúne tais condições.
No ambiente marinho é a plataforma continental a região que mais produz matéria orgânica. Os mares rasos também podem receber um grande aporte de matéria orgânica.

Reflexão: Este tema foi abordado nas aulas de forma ligeira, por isso decidimos aprofundar mais o tema e colocamos aqui aspectos que achamos interessantes para o estudo.

Fonte: http://www.geologiadopetroleo.com.br/natureza-e-origem-do-petroleo/
http://geologiadopetroleo.com.br/wp-content/uploads/2009/08/nat1h2.jpg
http://geologiadopetroleo.com.br/wp-content/uploads/2009/08/nat1h41.jpg~
http://geologiadopetroleo.com.br/wp-content/uploads/2009/08/nath3.jpg



Energia Nuclear


Energia Nuclear
A energia nuclear está no núcleo dos átomos, nas forças que mantém unidos os seus componentes – as partículas subatómicas. Esta é  libertada sob a forma de calor e energia electromagnética pelas reacções nucleares.
Esta energia provém do urânio, principalmente, mas também pode ser do tório e do plutónio, se bem que nos principais casos e do urânio.

Reflexão: A energia Nuclear e a sua possibilidade de utilização, que possuí elevados riscos, mas em contrapartida também possuí benefícios, faz com que esta esteja a gerar variadas discussões a níveis internos e externos do país. Esta é vista como uma possível fuga ao alto consumo, e dependência do petróleo, mas como todas as outras energias teremos de fazer um balancete dos seus prós e contras.

Fonte:http://rusoares65.pbworks.com/f/1298588400/energia-nuclear%5B1%5D.jpg

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Recursos Energéticos

A energia está cada vez mais presente nas nossas vidas. Muitas vezes só nos apercebemos disso quando ela falta. Os recursos energéticos podem ser renováveis e não renováveis.


O aumento da população, a aquisição de novos hábitos de consumo e os progressos tecnológicos levaram a uma grande exploração dos recursos da Terra.
Grande parte da energia produzida no Mundo provém dos recursos não renováveis: carvão, petróleo e gás natural. Em 1960 alguns países fundaram a OPED (Organização dos Países Exportadores de Petróleo); esta surge para que os países exportadores não entrem em concorrência, evitando assim a baixa dos preços.

Localização das principais fontes de energia do Mundo e dos países da OPED.

O consumo mundial dos recursos energéticos não renováveis tem vindo a aumentar a um ritmo assustador. A procura de energia quase duplicou nos últimos 30 anos, prevendo-se que venha a aumentar mais 60% até 2020. Os países consomem energia na indústria, nos transportes e nas actividades domésticas. È nos países desenvolvidos que se consome mais energia.
Distribuição mundial do consumo energético a partir do petróleo, carvão e gás natural.
Reflexão: A utilização excessiva dos recursos energéticos não renováveis tem como consequência a diminuição das reservas de combustíveis fósseis, e isto reflecte-se na economia mundial.
Nesta publicação tratamos sobre os recursos renováveis e nao renováveis , explicamos a sua definição e as consequências dos recursos da sociedade 


Fonte:http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/eductecnol/eductecnol_trab/recursosenergeticos.htm
http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/eductecnol/eductecnol_trab/recursosenergeticos/recursosenergeticos03.jpg
http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/eductecnol/eductecnol_trab/recursosenergeticos/recursosenergeticos02.jpg
http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/eductecnol/eductecnol_trab/recursosenergeticos/recursosenergeticos01.jpg

sábado, 14 de maio de 2011

Futuro do planeta Terra é preocupante

O jornal britânico "The Guardian"O jornal britânico "The Guardian" perguntou aos cientistas o que temer no futuro.O jornal britânico "The Guardian" perguntou aos cientistas o que temer no futuro.



reflexão: é cada vez mais frequente assistirmos a catástrofes naturais e a mudanças do planeta que nunca pensávamos assistir, o pior é sabermos que algumas dessa mudanças do planeta é por culpa da população mas não fazemos nada para mudar, ou melhor tentamos fazer quando somos vitimas das consequências desses catástrofes.

aqui fica um video que a rpt 1 mostrou para alertar as população do futuro preocupante do planeta 

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Recursos Geológicos




Os recursos geológicos podem ser definidos como o conjunto de materiais existentes na crusta terrestre que, face às suas concentrações em determinados locais, podem ser extraídos e utilizados para benefício do Homem. Por vezes, os recursos, não são os materiais em si, mas sim as propriedades a eles inerentes como, por exemplo, o calor e a radioactividade que alguns minerais e rochas libertam.





Os recursos geológicos podem ser classificados, principalmente, de acordo com dois critérios:
 - Natureza dos recursos;
-  Longevidade dos recursos.
  
 Quanto à natureza dos recursos, simplificadamente, podemos considerar:
- Recursos hidrológicos;
- Recursos energéticos;
- Recursos minerais.

Quanto à longevidade dos recursos, podemos considerar:
- Recursos renováveis (São gerados na natureza a uma taxa igual ou superior daquela que são consumidos);
- Recursos não renováveis (São gerados na natureza a um ritmo muito mais lento do que aquele a que são consumidos pelo Homem. São por isso recursos limitados que acabarão por se esgotar.
Os recursos geológicos não são renováveis, com excepção da água e do calor interno da Terra)


Reflexão: Nesta publicação definimos recursos geológicos e a sua importância para a população, pois os recursos não renováveis estão a ficar cada vez mais limitados na Natureza.

Fonte: http://ciencias.esec-sampaio.net/index.php?option=com_content&task=view&id=20&Itemid=61
http://3.bp.blogspot.com/_Ass4GXUO6X8/Sf4c8im0rSI/AAAAAAAAAbo/wuRg9T8HupI/s400/reec.bmp
http://www.esfcastro.pt:8079/webquests/user_image/bavbtk327177.jpg
http://www.netxplica.com/figuras_netxplica/exanac/geologia/recursos.geologicos.portoeditora.png

terça-feira, 22 de março de 2011

Pegada ecológica

 O que é a pegada ecológica?


  • É um  termo que foi primeiramente usado em 1992 por William Rees,
  • É à quantidade de terra e água que seria necessária para sustentar as gerações actuais, tendo em conta todos os recursos materiais e energéticos gastos por uma determinada população.
  • A pegada ecológica é atualmente usada ao redor do globo como um indicador de sustentabilidade ambiental. 
  • Pode ser usado para medir e gerenciar o uso de recursos através da economia. É comumente usado para explorar a sustentabilidade do estilo de vida de indivíduos, produtos e serviços, organizações, setores industriais, vizinhanças, cidades, regiões e nações
Como se calcula ?  

O cálculo tem por base diferentes categorias de consumo, como sejam a alimentação, a casa, os transportes, os bens de consumo, a energia, a água, entre outros. Este consumo é convertido em área bioprodutiva, segundo várias parcelas de terreno (terra e mar) necessárias para produzir/repor os recursos utilizados e assimilar os resíduos e os poluentes produzidos por uma dada unidade de população. 





Como reduzir a nossa pegada ecológica ?


  • É fundamental adoptar comportamentos mais amigos do ambiente que, directa ou indirectamente, permitem reduzir a quantidade de recursos necessários às nossas actividades diárias.
  • Efectuar uma gestão mais eficiente dos recursos.
Algumas dicas :
  • Pondere a necessidade real de adquirir determinados produtos. Lembre-se da regra dos três R´s (Reduzir, Reutilizar, Reciclar).
  • Invista na redução dos consumos energéticos, utilizando aparelhos eléctricos e electrónicos de baixo consumo. Não deixe os aparelhos ligados, por exemplo, televisão e computador, sem estarem a ser utilizados.
  • Reduza a utilização dos sistemas de climatização, investindo em bons isolamentos na habitação, como, por exemplo, em janelas com vidro duplo.
  • Reduza o consumo de água. Substitua o banho de imersão por um duche rápido, instale redutores de caudal, repare pequenas fugas e regule as descargas do autoclismo.

fonte das imagens:


Reflexao: A nossa pegada ecológica tem cada vez mais consequências negativas para o planeta, podemos ver nesta publicação que cada vez que as pessoas aumentam o seu nível de vida mais aumentam a sua pegada ecológica, para evitarmos isso temos de mudar o nosso comportamento, aqui temos algumas dicas para isso, mas existem muitas mais.


Lua cheia foi maior do que o habitual

O mundo observou na última noite uma das maiores luas cheias dos últimos tempos (18 anos) Como é véspera de equinócio quem paga é a Páscoa que este ano é empurrada para mais tarde no calendário. A lua esteve na última noite noite mais próxima da terra, daí que tenha dado a sensação de ser maior do que é habitual. Este fenómeno astronómico não é o único este fim de semana. Na próxima noite há o equinócio da primavera, o momento em que o dia e a a noite tem exactamente a mesma duração.

  • No dia 19 de Março, a lua  apareceu invulgarmente maior, porque houve uma próxima da Terra como não acontecia há 18 anos, 
  • O fenómeno de aproximação da lua à Terra é designado perigeu (oposto ao apogeu, quando está mais afastada), explica-se por a órbita deste satélite não ser circular, mas elíptica, e não é invulgar, acontecendo todos os anos.


fonte da imagem :


Reflexao : Já à 18 anos que não assistimos a uma acontecimento destes,e  as pessoas que vêem gostam, e acham bonito, o que realmente é.
É um momento bonito de se ver, mas esta aproximação da lua a terra traz consequencias negativas para a terra como desencadear catástrofes naturais.